As análises e as previsões vão no mesmo sentido: continuam a faltar profissionais de tecnologias de informação para trabalhar e há, constantemente, diferentes vagas por preencher em várias empresas. Só aqui encontra mais de meio milhar.

O sector das Tecnologias de Informação tem sido um dos grandes impulsionadores de emprego em Portugal nos últimos anos, liderando os pedidos de recrutamento. E se a procura por profissionais de TI já começava a ser complicada, no ano passado a escassez de oferta tornou-se ainda mais crítica, apontava um relatório da Hays Portugal.

A falta de recursos nas diferentes áreas relacionadas com as tecnologias está por isso a levar a uma elevada pressão salarial, em que são já os candidatos que passam a “ditar” as regras do mercado, e não o inverso, defendia a consultora em recrutamento especializado na mesma análise.

E num pormenor que pode contribuir para essa escassez, as engenharias estão entre os cursos que demoram mais tempo a concluir, e a informática tem a taxa de abandono mais elevada (36%). Além disso, está também entre os cursos com um valor mais elevado de alunos que se mantêm ainda inscritos na licenciatura sem a terem conseguido completar dentro dos três anos previstos (24%).

A procura é contínua e há sempre empresas portuguesas ou com presença em Portugal com anúncios de recrutamento para reforçarem as suas equipas, como são exemplo as oito apresentadas na galeria de imagens e que, juntas, têm à data mais de 500 postos de trabalho por ocupar.

Entre as ofertas disponíveis, há vagas que necessitam de ser preenchidas imediatamente e lugares para ocupar até ao final do ano. De notar que todas as empresas fazem questão de referir que estão sempre a recrutar, sem deixarem de especificar ofertas em determinadas alturas.

Tek Sapo – 16.05.2018

Leave a Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.