O Ministério da Saúde vai investir 18 milhões de euros numa nova rede de informação da saúde, que vai substituir o sistema em vigor, incapaz de satisfazer as necessidades atuais nas melhores condições.

O investimento será concretizado através dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, organismo que gere os sistemas de informação da saúde, e foi autorizado numa portaria publicada em Diário da República esta quinta-feira.

A rede atual integra 2.200 circuitos de dados que servem as diferentes instituições do Sistema Nacional de Saúde. O investimento que atualizará a estrutura visa garantir níveis de serviço e complexidade que a infraestrutura atual já não consegue alcançar, explica o Negócios, que avança a notícia.

Na portaria são explicadas as razões do novo investimento, entre elas o facto de as exigências em termos de velocidade das comunicações serem hoje muito superiores, ou da banalização do uso de sistemas de informação a todo o país ter resultado numa sobrecarga 09da rede atual.

O investimento de 18 milhões de euros será repartido por quatro anos. Já este ano serão desbloqueados três milhões de euros. Nos próximos dois anos 12 milhões de euros, metade em cada ano e em 2021 três milhões de euros.

nTech News – 06.05.2018

Leave a Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.